domingo, 8 de janeiro de 2012

Dakar 2012 - Dia de descanso

 Olá pessoal!

Como podem ver, estive meio "off-line", com limitações de acesso, e nas poucas oportunidades procurei me atualizar sobre o que rolava no Dakar.

Vamos fazer um apanhado geral?

Largaram da Base Naval de Mar del Plata (-38.036397, -57.538341) em 01/Jan 188 pilotos, e até o momento 47 já ficaram pelo caminho, entre eles o catarinense Ike Klaumann, na 3ª etapa.
A competição vai sendo liderada por Despres, seguido de perto (07:48) por Coma, e de longe por Helder Rodrigues (49:39) de Yamaha, Paulo Gonçalves de Husqvarna (55:33, já contando a penalização de 6min), e David Casteau de Yamaha (1:05:38)
Coma e Despres vêm se revezando na frente etapa a etapa, sendo que o n° 1 venceu 3 etapas, e 2 o n° 2. O comentário é que Coma e Despres estão em "outro mundo", insondável para os demais mortais.
Nas 15 primeiras posições temos 10 KTM, 2 Yamaha, 2 Husqvarna, e a Sherco de Chaleco Lopez, que não vem dando a mesma sorte do ano passado, e mesmo vencendo a primeira etapa, ocupa agora a 9ª posição no geral.
"Il nonno" Picco, beirando os 57 aninhos, vem dando banho em muita gurizada, e está em 67°. Vale lembrar que este senhor correu seu primeiro Dakar em 1985!
E o Zanol?

O Zanol vai muito bem!

Está em  16° na geral, e se não fosse a penalização de 40min que tomou na 3ª etapa, poderia estar em 10°. A penalização se deu porque ele perdeu um ponto de controle, e ele mesmo declarou que quando percebeu o erro ficou em dúvida se poderia retornar para cumprir o PC ou não, e preferiu seguir. Se tivesse voltado, o que é permitido, teria perdido algum tempo, mas certamente menos que os 40min da penalização. Estes escorregões no regulamento eram uma das preocupações declaradas dele, além das dificuldades com a navegação.
A medida que as etapas vão se sucedendo, a tendência é de que a dança das cadeiras vá ocorrendo cada vez em posições mais altas. Helder Rodrigues, por exemplo, vem ocupando a 3ª posição desde a etapa 4, ao passo que a 5ª posição vem trocando de dono etapa a etapa.
A etapa de amanhã é no Atacama, que costuma ser um divisor de águas. Serão 477km saindo de Copiapó e chegando a Antofagasta. Zanol trocou o motor da moto, o que lhe deve custar penalização de 15min, mas nenhuma posição perdida.
Lamentavelmente o chileno Francisco "Chaleco"  Lopez abandonou. Ele teve uma queda na etapa de ontem que lhe causou uma entorse no joelho, e por decisão médica não vai seguir na competição.

É isso ai. Vamos ficar de olho.


Até o próximo!